Covid-19: DF acaba com obrigatoriedade do distanciamento social em bares e restaurantes

O governador, Ibaneis Rocha (MDB), decidiu, nesta quinta-feira (25), acabar com a obrigatoriedade do distanciamento social em estabelecimentos do Distrito Federal, como bares e restaurantes. A regra anterior previa espaçamento de um metro entre pessoas para evitar a disseminação do novo coronavírus.

O decreto foi publicado no Diário Oficial (DODF). A norma também revoga o limite de grupo de seis pessoas em estabelecimentos, medida que já estava autorizada para bares e restaurantes desde outubro do ano passado.

LEIA TAMBÉM:

Nesta quarta-feira (24), o Executivo publicou outro decreto que determina apresentação do cartão de vacina contra Covid-19 para entrada em shows, festivais e outros eventos. Agora, o exame RT-PCR negativa deixa de ser garantia de acesso.

A norma também flexibilizou algumas medidas de restrição, como fim da limitação de até 50% da capacidade de público em espaços, liberação de pistas de dança e desmobilização da equipe de fiscalização de regras da pandemia.

Apesar da mudança, continua obrigatório:

  • Uso de máscara em ambientes fechados
  • Uso de álcool em gel
  • Higienização dos ambientes

Outras flexibilizações

Este mês, o GDF flexibilizou outras medidas de restrição de combate ao novo coronavírus. Em 3 de novembro, o uso de máscara de proteção facial em espaços livres deixou de ser obrigatório.

A regra estava em vigor desde 30 de abril do ano passado, quando o equipamento se tornou exigência em locais públicos, sob pena de multa de R$ 2 mil. Pessoas com deficiência intelectual ou transtornos psicossociais também não estão obrigadas a usar máscaras.

No mesmo dia, começaram as aulas 100% presenciais nos colégios da rede pública da capital. Ao todo, 460 mil alunos estão matriculados nas escolas do DF.

O retorno nas unidades de ensino começou em agosto, na modalidade híbrida, que alternava aulas remotas e presenciais.

Dias depois, em 8 de novembro, o GDF decretou o fim da obrigatoriedade da aferição de temperatura em diversos segmentos, como shows, eventos, cultos religiosos e feiras.

Cenário da pandemia no DF

Até esta quarta, segundo levantamento mais recente da Secretaria de Saúde, o Distrito Federal somava 11.013 vítimas da Covid-19 e 517.448 contaminados. Segundo a pasta, 97,7% dos doentes se recuperaram da doença.

A taxa de transmissão do vírus está em 0,80Na terça-feira (23), o índice era de 0,78.

Se o índice é igual ou maior do que 1, a tendência é de aumento do contágio. Quando ele é menor do que 1, como na situação atual, a tendência é de desaceleração.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Compartilhe essa matéria com um amigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Este site foi desenvolvido com o intuito de abordar e valorizar o vasto mundo da arquitetura
com ênfase nas peculiaridades reunidas na cidade de Brasília.
Nos ajude a construir um site interessante e rico em conteúdo. Envie-nos suas dúvidas, críticas e sugestões.

Clique aqui e envie-nos uma mensagem