‘Se lança, mana!’: projeto seleciona compositoras do DF para gravar primeiro single e videoclipe

Iniciativa vai escolher cinco mulheres da capital para gravações e criação um portfólio de apresentação. As inscrições são gratuitas e vão até 19 de agosto.

Com o objetivo de impulsionar a carreira de mulheres que não tiveram oportunidade de entrar no mercado fonográfico, projeto “Se lança, mana!” abre inscrições para compositoras do Distrito Federal. Ao todo, cinco mulheres cis ou trans serão escolhidas para gravar o primeiro single e videoclipe.

Até o dia 19 de agosto, as interessadas podem se inscrever gratuitamente, pelo site. Para isso, precisam submeter uma música para análise dos organizadores, que vão selecionar as mulheres. Só podem participar artistas que não tenham lançado canções anteriormente.

As idealizadoras do projeto, as cantoras Letícia Fialho e Larissa Umaytá, afirmam que a iniciativa é uma porta de entrada pra que mais mulheres ocupem os espaços de autoria na música

“Sabemos que o acesso a ferramentas, equipamentos, recursos e a redes de profissionais é estruturalmente dificultado a mulheres artistas, o que fica evidente em um meio majoritariamente masculino”, avalia Letícia Fialho.

De acordo com o último relatório do estudo “Por elas que fazem a música”, da União Brasileira de Compositores (UBC), divulgado em março deste ano, as mulheres receberam somente 9% do total distribuído em direitos autorais ao longo de 2021.

Além disso, as estatísticas apontam que elas mulheres correspondem a só 16% dos quase 50 mil associados da UBC. Entre os autores, o percentual cai pra metade: 8%.

Com a produção e a direção musical de Umaytá e Letícia Fialho, além do single e do clipe, as cinco compositoras selecionadas vão fazer um ensaio fotográfico e receber um portfólio artístico, com o resumo da trajetória musical e do trabalho delas.

Da esquerda para direita: Thaís Mallon, Larissa Umaytá e Letícia Fialho — Foto: Foto: divulgação

“É o material básico para se inscrever em festivais e outros projetos. É um cartão de visita completo. A música, o clipe, as fotos e o portfólio serão a ponte delas com outros profissionais da música”, explica a fotógrafa Thaís Mallon, que faz a coordenação audiovisual.

Larissa destaca que o propósito do projeto é oferecer, gratuitamente, suporte técnico, musical e artístico pra essas mulheres. ”Para que essa corrida seja um pouco mais tranquila”, completa.

Quem pode participar?

  • Mulheres moradoras do DF
  • Candidatas não podem ter música ou videoclipe lançados
  • A música inscrita precisa ser de autoria da candidata
  • Compositoras da música instrumental também podem participar
  • Uma das cinco vagas é reservada para mulheres com deficiência mas caso não seja preenchida, ela será revertida pra ampla concorrência

Inscreva-se

  • Até 19 de agosto
  • Inscrições: pelo site
  • Critérios de seleção e pontuação serão publicados no Instagram do projeto

Fonte: G1

Inscreva-se em nossa Newsletter

Compartilhe essa matéria com um amigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Este site foi desenvolvido com o intuito de abordar e valorizar o vasto mundo da arquitetura
com ênfase nas peculiaridades reunidas na cidade de Brasília.
Nos ajude a construir um site interessante e rico em conteúdo. Envie-nos suas dúvidas, críticas e sugestões.

Clique aqui e envie-nos uma mensagem